A partir de fevereiro de 2006, a Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP formalizou aos Ministérios da Saúde e da Educação o interesse e o pedido de instalação de um curso de Medicina em Ouro Preto. No dia 24 de setembro de 2007 teve início a aula inaugural do curso. O projeto pedagógico fundamentou-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais, estabelecidas em 2001 pelo Ministério da Educação, e também nas diretrizes do Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde), preconizado em 2005 pelos Ministérios da Saúde e da Educação (Galvão, 2014).

Estas diretrizes recomendam desenvolver competências a partir de práticas reais contextualizadas, construindo estratégias, metodologias e experiências reais, que deverão ser vividas pelos estudantes e apresentadas de forma real ou em pacientes simulados, além da utilização de métodos eficazes de avaliação; implicando na necessidade da implantação física de um espaço para simulações, que no caso da UFOP foi chamado de Laboratório de Práticas Simuladas – LAPS.

Em 2008 a estrutura física do prédio da medicina, localizado no Campus Morro do Cruzeiro começou a ser utilizada, e os equipamentos do LAPS foram alocados na sala 207, onde hoje funciona o Laboratório de Zoonoses, de forma improvisada. O LAPS funcionou desta forma sob a coordenação do professor Henrique Pereira Faria auxiliado pelo técnico administrativo Rodolfo Rocha Vieira Leocádio.

Com a inauguração do prédio ocorrido em 03 de abril de 2010, o LAPS ganhou uma nova e adequada instalação, na sala 103, funcionando até o presente dia, onde antes estavam alocadas duas salas de aula.

Na estrutura do LAPS existem cinco ambientes que simulam um mini hospital integrando o ambiente de simulação, são eles: i) Sala de Treinamento (103A) – Dedica-se ao treinamento de procedimentos, técnicas e exames de caráter mais simples; ii) Enfermaria (103B) – Dedica-se a simulações de técnicas de enfermagem, técnicas de parto, manobras de urgência e exames de todos os tipos; iii) Sala de Reuniões (103C) – Dedica-se a discussões de simulações, chamadas de “Debriefing” pelos profissionais da área, elaboradas nos demais ambientes; iv) UTI (103D) – Dedica-se a simulações de procedimentos de urgência a pacientes que estão em um quadro clínico com caráter emergencial; e por fim, v) Sala de Controle (103E) – Dedica-se ao controle direto da UTI e indireto aos demais ambientes. O LAPS conta ainda com um espaço para escaninhos destinado a alocação de material dos usuários.

O objetivo do laboratório de simulação é conduzir experimentos com modelos automatizados de sistemas com o propósito de aplicar algoritmos médicos e/ou avaliar estratégias para o atendimento. O cenário do laboratório como uma estratégia didática é dinâmica, motivadora, implicativa e pode ser utilizada como estratégia inovadora de avaliação.

Até o dia 21 de dezembro de 2012, o curso de medicina funcionou como um departamento da histórica Escola de Farmácia e desta data em diante foi fundada a Escola de Medicina da UFOP – EMED, com a meta básica de formar um médico comprometido com a realidade da saúde atual da população brasileira, ou seja, o médico generalista. Este fato ocasionou a departamentalização da EMED, como exigência para formação da escola.

Atualmente o LAPS faz parte do Departamento de Clínicas Pediátricas e do Adulto – DECPA, localizado na sala 103 da EMED – UFOP, Campus Universitário Morro do Cruzeiro, Ouro Preto, MG – CEP 35400-000 (3559-1059). Existe também um projeto de ampliação do LAPS, e assim as simulações serão potencializadas, mas isso não tem data para ser implementado.

Histórico escrito por Rodolfo R. V. Leocádio